História

Localizada no centro de Portugal e dividida pelo Rio Mondego, Coimbra é uma cidade com uma grande riqueza histórica e cultural. De origem romana, começou por ser “Emínio” e mais tarde, quando se tornou sede de Diocese substituiu a cidade de Conímbriga, de onde deriva o seu nome. Invadida por Bárbaros (Vândalos, Suevos, Ândalos, Visigodos) e mais tarde Muçulmanos foi conquistada em 1064 e fundada oficialmente em 1111, tornando-se em 1129 a primeira capital do reino de Portugal. Aqui nasceram 6 reis de Portugal (inclusive o primeiro, D. Afonso Henriques) e também, em 1290, uma das mais antigas universidades da Europa, a Universidade de Coimbra.

Situada numa colina a cidade era protegida por muralhas, com entrada principal a Porta de Almedina, que ainda hoje se pode visitar. No século XVI já apresentava uma estrutura urbana dividida em duas partes:

  • Alta/Almedina, onde viviam aristocratas, clérigos e, mais tarde, estudantes.
  • Baixa onde se encontrava o comércio, artesãos e bairros populares.

Apenas no século XIX é que a cidade começou a expandir-se além muralhas (eventualmente desaparecidas com as reformas pombalinas).

A 22 de Junho de 2013 as zonas da Universidade, Alta e Sofia foram classificadas como Património Mundial da Humanidade, pela UNESCO.